[ARTIGO] – Alice Medrado, “Ciência e liberdade de espírito – Uma Leitura de humano, demasiado humano” in OUTRA MARGEM Revista de Filosofia

CIÊNCIA E LIBERDADE DE ESPÍRITO – UMA LEITURA DE HUMANO, DEMASIADO HUMANO

RESUMO

Neste texto discutimos o personagem conceitual do “espírito livre”, a que Nietzsche dedicou seu segundo livro publicado. Endereçamos a afirmação nietzschiana de que a liberdade de espírito configura um tipo de liberdade “relativa”. Valemo-nos do conceito de “autosseleção”, desenvolvido por John Richardson, para interpretar a ética do cuidado de si avançada por Nietzsche no contexto da filosofia do espírito livre. Abordamos o papel da ciência na construção de uma dietética espiritual e intelectual característica do modo de vida espírito livre, e o papel desse personagem no interior do programa filosófico de Humano, demasiado humano.

AUTOR

Alice Medrado, doutoranda pelo programa de pós-graduação do departamento de Filosofia da FAFICH/UFMG. Este texto é uma adaptação de um trecho da dissertação Tentativas e tentações naturalistas na filosofia de Nietzsche, apresentada como parte dos requisitos para obtenção do título de mestre pela FAFICH/UFMG, 2014. alicemedrado@yahoo.com.br

ACESSO À INTEGRA DO ARTIGO

Outra Margem Revista de Filosofia, Ano 1, N° 1 – 2° semestre de 2014.

Acesso ao artigo

 

Comentários via Facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *