[CURSO] “Curso livre de humanidades – FILOSOFIA”

Primeiro Curso Livre de Humanidades da Editora Abril, um registro do pensamento ocidental apresentado com clareza e rigor:

1) A PAIXÃO PELO CONHECIMENTO
por Renato Janine Ribeiro. Prof Dr. Ética e Filosofia Política / USP.

2) HOMERO E HESÍODO (750 e 650 a.C.)
por Rachel Gazolla de Andrade. Prof Dr. Filosofia PUC SP.

3) HOMERO E HESÍODO (750 e 650 a.C.),
TALES DE MILETO (623 a.C. ou 624 a.C – 546 a.C. ou 548 a.C.),
HERÁCLITO DE ÉFESO (aproximadamente 535 a.C. – 475 a.C.),
PARMENIDES DE ELEIA (530 a.C. — 460 a.C. ),
SÓCRATES (469 a.C. – 399 a.C.),
PLATÃO (428/427 – 348/347 a.C.),
ARISTÓTELES (384 a.C. — 322 a.C.)
por Marcelo Perine. Prof Dr. Filosofia / PUC SP

4) PIRRO DE ÉLIS (360 a.C. — 270 a.C. ) Filósofo grego.
SEXTO EMPÍRICO (entre os séculos II e III d.C.) Filósofo grego.
por Oswaldo Porchat de Assis Pereira. Prof. Emérito / USP

5) AGOSTINHO DE HIPONA (354-430) Filosofo italiano.
por Moacyr Novaes. Prof. Dr. Filosofia Medieval / USP

6) AGOSTINHO DE HIPONA (354-430) Filosofo italiano.
TOMÁS DE AQUINO (1225 — 1274) Filósofo italiano.
por José Carlos Estevão. Prof. Dr. Filosofia Medieval / USP.

7) ARISTÓTELES (384 a.C. — 322 a.C.) Filósofo grego;
TOMÁS DE AQUINO (1225 — 1274) Filósofo italiano;
ROBERT GROSSETESTE (1168 -1253) Pensador britânico;
ALFRED WHITEHEAD (1861 -1947) Filósofo britânico.
JOHN DUNS SCOTT (1266 – 1308) Filósofo escocês.
por Carlos Arthur Nascimento. Prof. Dr. Filosofia / PUC SP.

8) NICOLAI MAQUIAVEL (1469 — 1527) Filósofo italiano.
por Newton Bignotto. Prof. Dr. Filosofia Política / UFMG.

9) GALILEU GALILEI (1564-1652) Filósofo italiano.
por Pablo Rubén Mariconda. Prof. Dr. Teoria do Conhecimento e Filosofia da Ciência/USP

10) RENÉ DESCARTES (1596 – 1650) Filósofo francês.
IMMANUEL KANT (1724 — 1804) Filósofo alemão.
por Franklin Leopoldo e Silva. Prof. Dr. Filosofia Moderna e Contemporânea / USP.

11) DENIS DIDEROT (1713 — 1784) Filósofo francês.
JEAN LE ROND D’ALEMBERT (1717 — 1783) Filósofo francês.
por Maria das Graças de Souza. Prof. Dra. Filosofia USP

12) JEAN-JACQUES ROUSSEAU (1712 — 1778) Filósofo suiço.
VOLTAIRE (1694 — 1778) Filósofo francês.
DENIS DIDEROT (1713 — 1784) Filósofo francês.
por Luis Fernando Franklin de Mattos – Prof. Dr. Filosofia da arte USP

13) DAVID HUME (1711 – 1776) Filósofo escocês.
por Roberto Bolzani Filho. Prof. Dr. de História da Filosofia Antiga / USP.

14 e 15) ARTHUR SCHOPENHAUER (1788 – 1860) Filósofo alemão
por Maria Lucia Cacciola. Prof. Dra. Filosofia USP

                 FRIEDRICH NIETZSCHE (1844 — 1900) Filósofo alemão.
por Scarlett Marton – Prof. Dra. Filosofia USP

16) JEREMY BENTHAM (1748 — 1832) Filósofo inglês.
JOHN STUART MILL (1806 — 1873) Filósofo inglês.
por Luis Alberto Peluso. Prof.Dr. Filosofia PUC / Campinas

17) MODERNIDADE E PÓS-MODERNIDADE
por Sérgio Paulo Rouanet. Diplomata e Prof. de Filosofia

Comentários via Facebook

comments

5 comments on “[CURSO] “Curso livre de humanidades – FILOSOFIA”

  1. Edmar Bragunci Ramos disse:

    Maravilhoso curso mas, não consegui ler na sinopse o nome da música e o autor do tema de abertura; Alguém pode me falar?

    abraços,

  2. Amilton de Melo Freitas disse:

    Bom dia a todos, retornei para assistir mais uma aula. E que aula esta sobre a bela morte e a boa morte. Serve-me de reflexão, que mesmo diante de algo que parece ter sido ou foi trágico há de se encontrar beleza.

  3. Amilton de Melo Freitas disse:

    Boa tarde, gostei muito da 1ª aula Paixão pelo conhecimento, me proporcionou uma visão mais ampla de razão e experiência científica. Gostaria de saber se vocês disponibilizam certificado ou se realizam cursos on line que disponibilizam certificados?

    1. Olá, Amilton. Certificamos apenas que fazemos o possível para localizar o que há de melhor com conteúdo filosófico para disponibilizar. Apenas isso. Não há curso com certificado. Mesmo assim, esperamos que você continue nos acompanhando. Abraços!

      1. Carlos Eduardo C. da Silva disse:

        Olá a todos! Apesar do interesse do nosso colega Amilton por alguma certificação, que pode ter uma finalidade ou aplicação exterior, considero a maior recompensa pelo estudo destes assuntos — Humanidade e Filosofia — como em si mesmo o que diretamente se obtém deste estudo, isto é, o conhecimento. Parafraseando, uma reflexão da Educação Liberal, trata-se de um saber intransitivo, que transforma a quem o adquire. Obrigado, editor(a), cujo nome não ainda não sei! Esta contribuição não sei avaliar, mas é algo positivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *