[vídeo] – A ausência do mundo – Jean Baudrillard

Baudrillard, filósofo e sociólogo francês, foi um crítico feroz da sociedade de consumo.em seu livro, A Sociedade de Consumo, irá seguir uma leitura negativa do consumo – a ideia de que, para lá de uma lógica funcional (a satisfação de uma necessidade), os consumidores também obedecem a uma lógica imaterial, imaginária, associada ao preço, à marca ou design do produto, à publicidade, etc.
Adiante o O discurso de Baudrillard irá radicalizar-se, com a tese de que vivemos todos num mundo em que a simulação substituiu a realidade. O real objectivo não existe, o que existe é uma hiper-realidade onde predominam representações virtuais do mundo. Desenvolve uma série de teorias que remetem ao estudo dos impactos da comunicação e das mídias na sociedade e na cultura contemporâneas. Partindo do princípio de uma realidade construída (hiper-realidade), o autor discute a estrutura do processo em que a cultura de massa produz esta realidade virtual.
Baudrillard foi uma fonte de inspiração dos irmãos Wachowski na trilogia de Matrix. O personagem hacker Neo (Keanu Reeves), guardava seus programas de paraísos artificiais no fundo falso do livro Simulacros e simulação, de Baudrillard. O filósofo dizia não gostar do filme, considerando Matrix como uma leitura ingênua da relação entre ilusão e realidade.
Faleceu em 2007, aos 77 anos de idade

Comentários via Facebook

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *