Empédocles: principais ideias

Empédocles nasceu em Agrigento por volta de 490 a.C., foi médico, filósofo e discípulo de Pitágoras.

Ele afirmava que sua alma estava migrando há bastante tempo e encarnando de diferentes formas:

“Nessa época fui menino e menina, arbusto, pássaro e silencioso peixe do mar.”

Os quatros elementos de Empédocles

Em vez de um único princípio (physis), Empédocles sugeriu quatro elementos para explicar a origem de todas as coisas, estes elementos são: terra, fogo, ar e água.

Para Empédocles, os seres humanos também são constituídos por estes quatro elementos, com a terra formando a parte sólida do corpo, a água representando os líquidos no corpo, o ar fornecendo o sopro da vida e o fogo fornecendo nossa capacidade de raciocínio.

Amor e ódio

Além dos quatro elementos, Empédocles postulou duas forças causais do universo: o amor e ódio.

O amor é uma força que atrai e mistura os elementos, e o ódio é uma força que separa os elementos. Operando juntas, essas duas forças criam um ciclo cósmico interminável que consiste em quatro fases recorrentes.

  1. Na fase um, o amor domina e há uma mistura perfeita dos quatro elementos (“um de muitos”);
  2. Na fase dois, o ódio interrompe a mistura perfeita, separando os elementos progressivamente;
  3. Na fase três, o ódio consegue separar completamente os elementos (“muitos de um”);
  4. Na fase quatro, o amor novamente se torna cada vez mais dominante e os elementos são gradualmente recombinados.

À medida que esse ciclo se repete, novos mundos passam a existir e depois são destruídos. Um mundo poderia existir apenas durante a segunda e quarta fases do ciclo, quando uma mistura dos elementos ainda pode existir.

Juntamente com os quatro elementos, os humanos também possuem as forças do amor e do ódio, e essas forças aumentam e diminuem dentro de nós, assim como em outros corpos materiais.

Quando o amor domina, temos o desejo de estabelecer uma união com o mundo e com outras pessoas; quando o conflito domina, buscamos a separação.

Para Empédocles, os quatro elementos e as forças do amor e do ódio sempre existiram. Na verdade, tudo o que existe é formado por uma mistura dos elementos e das duas forças. Nada além dessas misturas é possível. Ele disse:

“Do que não existe nada pode vir a ser, e o que existe para ser destruído é impossível e inatingível”.

Isso é semelhante à lei moderna de conservação de energia, que afirma que a energia pode assumir diferentes formas, mas não pode ser criada ou destruída.

Teoria da evolução

Empédocles também ofereceu uma teoria da evolução que era mais complexa do que a sugerida anteriormente por Anaximandro.

Na fase em que há uma mistura de amor e ódio, cria-se todo tipo de coisa. Os animais não se formaram todos de uma vez, mas parte por parte, e o mesmo aconteceu com os humanos. À medida que essas várias partes do corpo se formavam, elas iam sendo combinadas de maneira aleatória. Diz ele:

Muitas criaturas cresceram com duplo rosto e duplo peito, bovinos com face humana ou, ao contrário, homens com cabeça de boi, e seres misturados, aqui de homens, ali à maneira de mulheres.

Em outro lugar, Empédocles descreveu o que acontece quando os quatro elementos são acionados pelo amor e pelo ódio:

À medida que se misturavam, inúmeros tipos de coisas mortais nasciam, ajustados a todo tipo de forma, uma maravilha de se ver

A maioria dos animais tornaram-se criaturas incapazes de sobreviver e, eventualmente, se extinguiram da Terra. Outras criaturas que passaram pelos processos casuais da evolução, conseguiram sobreviver, como os humanos. O que temos aqui é uma versão inicial da seleção natural pela sobrevivência do mais apto.

A percepção

Empédocles também foi o primeiro filósofo a oferecer uma teoria da percepção.

Objetos no ambiente externo emitem pequenas cópias de si mesmos chamadas emanações, ou eidola, que entram no sangue através dos poros do corpo. Porque semelhante atrai semelhante, a eidola combinará com elementos que são semelhantes a eles.

A fusão de elementos externos com elementos internos resulta em percepção. Empédocles acreditava que a correspondência da eidola com seus elementos internos correspondentes ocorria no coração.

Como Empédocles foi o primeiro a tentar descrever como formamos imagens do mundo por meio de um processo semelhante à percepção sensorial, ele às vezes é referido como o primeiro filósofo empírico. Sua visão era que percebemos os objetos internalizando cópias deles.

A saúde

À noção pitagórica de que a saúde refletia um equilíbrio corporal, Empédocles acrescentou os quatro elementos.

A saúde ocorre quando os quatro elementos do corpo estão em equilíbrio adequado; a doença resulta quando eles não são.

Deixe um comentário